• Teresina, 27/01/2022
  • Tempo Hoje: 28° | 28°
Publicidade
Publicidade

Vírus respiratórios trazem alerta para grupos de riscos

Prevenção e isolamento são fundamentais para diminuir a incidência.

Foto: Divulgação
Vírus respiratórios trazem alerta para grupos de riscos

Além da Covid-19 e suas variantes, o mundo vive mais um surto de síndromes respiratórias. Dessa vez, o vírus H3N2, subtipo do vírus influenza A, está provocando diversos casos de gripe no país. Apesar de poder acometer qualquer pessoa, crianças menores de 5 anos, gestantes, adultos com mais de 60 anos e portadores de comorbidades correm o risco de agravamento da doença. 

“Conhecer os sintomas e saber diferenciar de outras síndromes gripais é importante para entender o avanço e buscar o melhor tratamento”, explica o pediatra da Med Imagem, Jonatas Liborio (CRM-PI 3598). Os sintomas mais frequentes são: febre, mal-estar, tosse, dores de cabeça e garganta, coriza e perda de apetite.

O médico esclarece ainda que é preciso ter uma atenção redobrada com os grupos de risco como as crianças, já que alguns sintomas são específicos para esse grupo. “A maioria dos casos de infecção pelo vírus influenza se manifesta com febre e sintomas respiratórios. No geral, são sintomas leves com duração de aproximadamente uma semana, sem necessidade de tratamento específico ou internação. Mas, em crianças, alguns sinais devem ser observados para evitar o agravamento da doença”, reforça o especialista.

De acordo com o pediatra, além dos sintomas gripais, as crianças podem ter vômitos, irritabilidade, sonolência e alterações na pele. “O importante é realmente avaliar cada caso. Em casos de agravamento dos sintomas como uma piora do quadro clínico, falta de ar e febre constante, é necessário buscar o médico para o tratamento adequado”, alerta Jonatas.

Prevenção e atendimento de emergência 

Assim como as ações de prevenção contra a disseminação da Covid-19, para as outras síndromes gripais também é fundamental o uso de máscara, higienização das mãos, uso de álcool em gel, além de não fazer o compartilhamento de itens pessoais. O especialista recomenda também que em quadros de sintomas gripais, o isolamento social ainda é recomendado. “Aos primeiros sintomas, evitar contato próximo com outras pessoas, tomar bastante líquido e ter uma alimentação balanceada”, destaca Jonatas.

Em caso de necessidade de buscar atendimento de emergência pediátrica, a Med Imagem conta agora com o Centro Materno Infantil Med Imagem (antigo Hospital São Pedro), localizado na Rua Porto, 911, no Bairro São Pedro. Já o atendimento para pacientes adultos com sintomas gripais está acontecendo no Centro de Atendimento Covid – CAC, na rua Magalhães Filho, 2016, Centro Sul (esquina com Av. Frei Serafim), cuja estrutura foi projetada para atendimento exclusivo de síndromes gripais e respiratórias.



LEIA TAMBÉM

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Guia Comercial

Veja nossos Planos

Classificados

Anuncie Grátis

Publicidades

Fale Conosco