Família descarta que homem encontrado morto tenha tido surto psicótico

Jardel Igor Gomes era gerente do Banco do Brasil do bairro Piçarra, na zona Sul de Teresina. Seu corpo foi velado e deve ser sepultado na manhã de hoje.


Família descarta que homem encontrado morto tenha tido surto psicótico Foto: Divulgação whatsapp


Familiares do homem que foi encontrado morto na madrugada desse sábado (17), identificado como Jardel Igor Gomes, de 29 anos, descartam a possibilidade de que ele tenha tido um surto psicótico e acreditam que ele tenha sido assassinado.

O corpo foi encontrado por volta das 2h nas proximidades de uma boate localizada na Rua Álvaro Freire, no bairro Cidade Nova, zona Sul de Teresina

Jardel estava com várias marcas no pescoço e na região da cabeça. "Ele está com o corpo todo marcado, a cara deformada, cabeça afundada , dentre outras coisas. Ele foi assassinado!" disse João Pedro Morais, familiar da vítima.

Jardel Igor Gomes era funcionário do Banco do Brasil do bairro Piçarra, na zona Sul de Teresina. Seu corpo foi velado e deve ser sepultado na manhã de hoje.

O corpo já foi periciado e liberado para a família no Instituto Médico Legal (IML), que apontou ‘edema cerebral, hemorragia intracraniana, trauma cranioencefálico devido ação contundente. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investigará o caso.

Matéria relacionada

Corpo de homem encontrado perto de boate é identificado



Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login