Piauí segue com índice elevado de criminalidade

No último domingo (14), foram registrados 5 homicídios em um pequeno intervalo entre os casos.


Piauí segue com índice elevado de criminalidade Reprodução/Internet


Teresina está em um ritmo acelerado quando se trata de violência, nas últimas duas semanas foi registrada uma média de 5 homicídios com maior incidência aos fins de semana. Somente na quinta (28) foram registrados três crimes na capital. No último domingo (14), foram registrados 5 homicídios em um pequeno intervalo entre os casos. Especialistas comentam o aumento da violência em Teresina.

Segundo registros do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa - DHPP, o sábado (23) foi um dos mais sangrentos na capital, somente neste dia seis pessoas foram mortas em menos de 12 horas nas zonas norte, sul e leste da cidade. Os registros também revelam que maioria das mortes possui um perfil de vítima que geralmente são jovens do sexo masculino mortos com armas de fogo em zonas periféricas da capital.

No Brasil as taxas de violência apresentaram uma queda de 6,5%, segundo o 16° Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2022. No entanto, isso não ocorreu de forma homogênea em todos os Estados, pois seis deles registraram um aumento no número de mortes. O anuário ainda destaca que os fatores locais e regionais são pertinentes para a compreensão da tendência da violência letal no país.

Coronel Nixon Frota esteve à frente da segurança patrimonial de Teresina durante dois anos, é defensor de pautas de combate à violência e comenta que o enfrentamento ao aumento no número de mortes decorrentes da violência na capital começa com a valorização dos profissionais que fazem a segurança nas regiões.

“Há várias formas de combater a criminalidade e a violência com ideias, projetos e programas, mas todos eles têm um requisito fundamental que é a questão salarial do profissional de segurança pública, pois é um trabalho que exige muito dos profissionais que diariamente colocam sua vida em risco para nos defender. É uma ideia que defendo fortemente que o profissional de segurança pública precisa ter um salário adequado, um salário digno, seja ele ou ela um Policial Militar, Policial Civil, Corpo de Bombeiros e principalmente na Guarda Civil Municipal”, destaca Nixon.



Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login