• Teresina, 10/08/2022
  • Tempo Hoje: 21° | 21°

Número de casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes volta a subir

Somente no primeiro trimestre de 2022 foram denunciados 45 casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes em Teresina.


Número de casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes volta a subir

O Teresina Diário fez um breve levantamento deste número e conversou com a Socorro Arraes, conselheira tutelar do 4º Conselho Tutelar. Foto: Tiago Moura/ Portal Teresina Diário.

O número de casos notificados de crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual, só tem aumentado na capital. O Teresina Diário fez um breve levantamento deste número e conversou com a Socorro Arraes, conselheira tutelar do 4º Conselho Tutelar, localizado na zona Leste de Teresina.

Dados divulgados pela Gerência de Direitos Humanos da Semcaspi (Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas) apontam um aumento de 55% no número de casos de abuso sexual em Teresina.

Somente no primeiro trimestre de 2022 foram denunciados 45 casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes em Teresina. Segundo os dados, a maioria desses casos foram registrados na zona Sul da capital piauiense. 


Este aumento se deu de certa forma, devido ao período de isolamento social, onde a maior parte das vítimas ficaram em suas residências com os abusadores, ou seja, ainda mais vulneráveis.

"70% dos abusadores são pessoas que convivem normalmente com as vítimas gente em quem elas confiam e por mais absurdo que isso possa parecer em 22% dos casos os abusos são praticados por pais ou padrastos gente que detém poder sobre as vítimas o que faz com que elas tenham ainda mais medo de denunciar", explicou Socorro Arraes

Denúncias em 2022

De acordo com Socorro Arraes, somente neste ano, foram 23 denúncias somente do 4º Conselho Tutelar. "Estamos antes do meio do ano e já recebemos essa quantidade de denúncias, vale lembrar que estes foram notificados, imagine os que não são denunciados", frisou a conselheira.


Ela destacou também que o número de meninos vítimas, só tem aumentado. "Hoje não é só meninas que são violentadas, o número de meninos vem crescendo, a família tem que ficar muito atenta, pois os abusadores são pessoas que elas menos imaginam", alertou Socorro.

Entenda a diferença entre abuso e exploração sexual:

Abuso sexual: Abusador é quem comete a violência sexual, independentemente de qualquer transtorno de personalidade, se aproveitando da relação familiar (pais, padrastos, primos, etc.), de proximidade social (vizinhos, professores, religiosos etc.), ou da vantagem etária e econômica;

Exploração sexual: É a forma de crime sexual contra crianças e adolescentes, conseguido por meio de pagamento ou troca. A exploração pode envolver, além do próprio agressor, o aliciador, intermediário que se beneficia comercialmente do abuso. A exploração sexual pode acontecer de quatro formas: em redes de prostituição, de tráfico de pessoas, pornografia e turismo sexual envolvendo menores.


Como denunciar

Teresina contava com cinco conselhos tutelares , devido a demanda, foram criados mais dois conselhos. A Vítima ou denunciante pode entrar em contato através dos telefones abaixo;

I Conselho Tutelar (Zona Centro/Norte) - 3215-9313/99490-7886

II Conselho Tutelar (Zona Sudeste) - 3215-9360/99460-3138

III Conselho Tutelar (Zona Sul) - 3227-6714/99454-2102

IV Conselho Tutelar (Zona Leste) - 3233-8841/99470-0654

V Conselho Tutelar (Zona Norte) - 99404-1192



LEIA TAMBÉM

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Guia Comercial

Veja nossos Planos

Classificados

Anuncie Grátis

Publicidades

Fale Conosco