• Teresina, 18/05/2022
  • Tempo Hoje: 30° | 30°

Dengue: tudo sobre a nova cepa detectada no Brasil

A linhagem do sorotipo 2 é a prevalente no mundo, presente na Ásia, no Pacífico, no Oriente Médio e na África.


Dengue: tudo sobre a nova cepa detectada no Brasil

Casos de dengue aumentam no Brasil e nova mutação do vírus chega ao país. — Foto: Pixabay

Uma nova variante da dengue, até então inédita, foi detectada no Brasil. Trata-se do chamado “genótipo cosmopolita” do sorotipo 2 (DENV-2), um dos quatro já em circulação no país, e o mais disseminado no mundo. A primeira identificação ocorreu na cidade de Aparecida de Goiânia, em Goiás.

A linhagem do sorotipo 2 é a prevalente no mundo, presente na Ásia, no Pacífico, no Oriente Médio e na África.

Conforme a Fiocruz, o microorganismo é semelhante ao detectado durante um surto em uma província peruana em 2019, e estaria relacionado a outro anterior em Bangladesh. Sua chegada preocupa, pois há possibilidade de a mesma se disseminar de forma mais eficiente do que a linhagem mais prevalente no Brasil, a asiática-americana.

“Mundialmente, ele é muito mais distribuído e causa mais casos do que o asiático-americano”, diz o coordenador da pesquisa, Luiz Carlos Júnior Alcantara, pesquisador do Laboratório de Flavivírus do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz).

O secretário Estadual da Saúde, Neris Junior, destaca que 90% dos casos nos domicílios onde são encontrados as larvas do mosquito, já foram tratados. E reforça o pedido de auxílio da população em relação ao combate.


“Pedimos o apoio da população com medidas simples, como, virando as garrafas de cabeça para baixo, tampando as caixas d’água, tirando os pneus que acumulam água, limpando seus quintais, tirando todos os objetos que possam acumular água. Todos temos que nos unir, pois a principal estratégia é a ajuda da população que é o principal ator no combate ao mosquito da dengue e da chicungunya”, 

Ações preventivas

Em Teresina, a Prefeitura preparou uma força-tarefa para combater para combater o mosquito. Até ontem (13), sete escolas receberam o mutirão de limpeza na zona Norte. A Operação conta ainda com reforços do Exército, que na semana passada aumentou seu efetivo de 30 para 80 homens, com tendência de aumentar ainda mais, conforme sejam finalizadas as missões dos militares em outras atividades.


A programação do mutirão é feito semana a semana pela Zoonoses, com base nas áreas que registram maior número de casos. O carro fumacê também está sendo usado diariamente para reduzir o número de mosquitos.

A Fiocruz elaborou um passo a passo para combater o mosquito; confira:




LEIA TAMBÉM

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Guia Comercial

Veja nossos Planos

Classificados

Anuncie Grátis

Publicidades

Fale Conosco