• Teresina, 27/10/2021
  • Tempo Hoje: 26° | 26°
Publicidade
Publicidade

Crise no transporte continua por falta de pagamento a empresários e motoristas

Ainda não houve um entendimento e ainda existe a ameaça de paralisação dos ônibus para os próximos dias

Foto: @Divugação
Crise no transporte continua por falta de pagamento a empresários e motoristas

A meia passagem está mantida em R$ 1,35

Os motoristas e cobradores de ônibus se reuniram com empresários para discutirem o retorno dos ônibus às ruas e o pagamento de dívidas. A reunião foi na sede do Setut, onde os trabalhadores reivindicaram o pagamento dos salários integrais e a assinatura do dissídio coletivo da categoria. Eles alegam que o pagamento dos salários tem sido feito por meio de diárias e não querem a manutenção disso. E defendem o salário de R$ 2.209,00 para os motoristas e R$ 1.288,00 para os cobradores. Além da volta do ticket alimentação, plano de saúde e a jornada de trabalho de 7h20. Ainda não houve um entendimento e ainda existe a ameaça de paralisação dos ônibus para os próximos dias. Em relação a frota dos ônibus, os consórcios atenderam as ordens de serviços emitidas pela Strans para aumentar a frota em 40%, mas, até agora, somente os consórcios da zona Norte e da zona Sul receberam o valor referente a primeira parcela do acordo firmado entre os consórcios e a Prefeitura de Teresina no valor de R$ 4,5 milhões. E hoje, Dr. Pessoa confirmou que a meia passagem está mantida em R$ 1,35, mas pretende que nenhum estudante de escola pública pague mais a passagem de ônibus em Teresina.


Custeio 

O governo do Estado topou dispender cerca de R$ 500 mil por mês para bancar a gratuidade dos servidores públicos estaduais que têm direito a gratuidade nos ônibus e também as meias passagens dos estudantes da rede pública estadual de ensino. Houve um entendimento entre o governador Wellington Dias e o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, para resolverem o problema na crise dos transportes na capital.


Plano de governo

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, estava hoje visitando o abrigo para moradores de rua “Casa do Caminho”, que fica ao lado da Casa do Estudante, na Rua Clodoaldo Freitas, no centro da cidade. Por lá, ele reafirmou a manutenção da meia passagem em R$ 1,35, mas pretende zerar o valor da tarifa para estudante da rede pública. Essas duas medidas estavam no plano de governo do prefeito.


Permanece na base

O deputado Hélio Isaias (Progressistas) decidiu permanecer na base do governador Wellington Dias (PT) e deve mudar de partido. “Vou continuar onde tenho estado desde 2002, que é ao lado governador Wellington Dias. A amizade permanece a mesma, mas politicamente vou seguir com o governador”, declarou Hélio Isaias que informou ter recebido convites do PSD, MDB, PL e até do PT.


Audiência pública

Amanhã, dia 14, os deputados farão uma audiência para discutirem o preço dos combustíveis e do gás de cozinha que tiveram os preços elevados sucessivamente e em Teresina é um dos preços mais altos do país. Segundo o deputado Henrique Pires, isso tem prejudicado a população e a economia como um todo, e ainda reduziu o consumo.


Campanha sem impostos

Nesta quinta-feira, os empresários dos postos de combustíveis farão uma campanha para redução dos impostos. Pelo menos cinco postos farão uma promoção na venda de 5 mil litros de combustíveis sem os impostos. A gasolina comum que atualmente é vendida a R$ 6,79 será vendida a R$ 3,50 limitada a 15 litros por veículo em cinco postos da capital. O pagamento só poderá ser feito em espécie. Os postos que farão essa promoção estão nas avenidas: dois na João XXIII, Marechal Castelo Branco, Wall Ferraz e na Frei Serafim.


Intercambialidade de vacinas

Segundo o consultor da OMS (Organização Mundial da Saúde), Sérgio Nishioka, a intercambialidade na aplicação das vacinas se deu inicialmente pela falta dos imunizantes para atender a toda população. Mas destacou que não existe nenhum malefício na alteração entre as vacinas, pelo contrário, melhorar a imunização.


VOZ DO PODER

“A investigação está bem avançada, já em fase de conclusão. Hoje nosso objetivo é dar cumprimento ao mandado de prisão preventiva que foi expedido em desfavor do acusado. Ele não está sendo encontrado, hoje podemos dizer que ele se encontra em local incerto e não sabido. O que posso perceber é que, desde o início da investigação, não teve boa-fé por parte dele. Não compareceu à delegacia para prestar informações. Agendou depoimentos e não compareceu. Os endereços que ele forneceu sequer foram encontrados. Então, não restou outra alternativa a não ser requerer a prisão preventiva do mesmo, que foi acatada pelo meritíssimo juiz da Central de Inquéritos. Agora, nós temos que prendê-lo. Acredito que a defesa não vai estimulá-lo a continuar fugindo. A continuar se escondendo, não aguenta muito tempo desta forma”, disse o delegado-geral da Polícia Civil do Piauí, Luccy Keiko, falando eu o estudante de Medicina, Marcos Vitor Aguiar Dantas  Pereira, acusado de estuprar quatro crianças, está foragido e teve prisão preventiva decretada.




LEIA TAMBÉM

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Guia Comercial

Veja nossos Planos

Classificados

Anuncie Grátis

Publicidades

Fale Conosco