• Teresina, 11/08/2022
  • Tempo Hoje: 22° | 22°

CPI do MEC volta à pauta após prisão de ex-ministro


CPI do MEC volta à pauta após prisão de ex-ministro


A operação da Polícia Federal, “Acesso Pago”, repercutiu no meio político. Com o clima de disputa eleitoral polarizado, apoiadores do ex-presidente Lula (PT) e do atual presidente, Jair Bolsonaro  (PL) trocaram suas farpas. Os de Lula para ressaltar a existência de casos de corrupção no Ministério da Educação e os apoiadores de Bolsonaro para ressaltar que a previsão preventiva do ministro não configura culpa. O ex-ministro da Educação do Governo Jair Bolsonaro, Milton Ribeiro, acusado de tráfico de influência e corrupção passiva.

O presidente da Comissão de Educação (CE), senador Marcelo Castro (MDB-PI), classificou como “muito grave” a prisão do ex-ministro Milton Ribeiro. A prisão de Milton Ribeiro reacendeu a tentativa de instalação de uma CPI para investigar as denúncias que atingiram a gestão do ex-ministro a frente do Ministério da Educação.  “A Polícia Federal deve ter encontrado coisas muito graves para um juiz determinar a prisão de um ex-ministro da Educação. Não é qualquer pessoa. Como dois pastores que não são servidores públicos, que não ocupam cargos públicos, que não têm nenhuma função pública, vão intermediar recursos públicos da Educação? Isso é um descalabro administrativo inconcebível e inaceitável”,  afirmou Marcelo Castro um dos defensores da CPI.

Herói
Um professor foi herói na manhã desta quarta-feira durante uma perseguição policial. Dois homens acusados de tentativa de homicídio foram presos graças a uso da moto do professor durante a perseguição que se deu na Pode da Amizade que liga a cidade de Timon a Teresina. Quando a perseguição não foi mais possível de carro por causa do engarrafamento os policiais conseguiram que o professor emprestasse a sua moto e os dois foram apanhados.

Mulheres do PP
A deputada federal Iracema Portella do PP, liderou na manhã desta terça-feira o encontro de mulheres para apoio a pré-candidatura do ex-prefeito de Teresina, Silvio Mendes (União Brasil), ao Governo do Estado. O Encontro foi realizado no Espaço Elite Eventos, localizado na zona Leste de Teresina. Iracema é pré-candidata a vice-governadora na chapa da oposição.  Joel Rodrigues, que é o nome apontando para o Senado pelo PP também esteve no evento.

Virais
Os vídeos virais antigos ressuscitados e divulgados já fazem parte da tática de campanha eleitoral consolidada. No Piauí, depois do senador Ciro Nogueira (PP) que teve uma entrevista sua na qual afirmava que jamais votaria em Bolsonaro agora está sendo a vez do deputado Fábio Novo (PT) ser vítima de vídeo antigo que está sendo compartilhando como novidade nas mídias digitais.

Bom Jesus
A possibilidade de extinção da Vara Agrária de Bom Jesus levou à Assembleia Legislativa do Piauí, na manhã desta quarta-feira (22), uma comitiva de representantes da agricultura familiar do Sul do Piauí. Os trabalhadores pediram apoio aos deputados para evitar a extinção da Vara Agrária da Comarca de Bom Jesus. A Vara Agrária de Bom Jesus é uma das únicas especializadas, cujo objetivo é tratar de causas relacionadas a conflitos agrários que na região sul do Piauí, especialmente na região do Cerrado são frequentes.

Mais imposto
Está em tramitação na Câmara dos Deputados, o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 112/22 susta os efeitos do Decreto 11.052/22, que reduziu de 6% para zero a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre xaropes concentrados de refrigerantes e outras bebidas adoçadas. O texto está em análise na Câmara dos Deputados. Segundo o autor do projeto do o decreto do Governo é um ataque à Zona Franca de Manaus e ao Polo de Concentrados, que gera cerca de 5 mil empregos.

Aumento de arrecadação
Segundo o deputado José Ricardo (PT-AM) as empresas não terão mais nenhuma vantagem por estarem em Manaus e poderão se instalar em outros estados ou países. O governo alega que o decreto promoveu ajustes na cobrança do IPI sobre a cadeia de produção de refrigerantes, a fim de gerar um aumento de arrecadação estimado em mais de R$ 250 milhões somente neste ano. O projeto será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois seguirá para o Plenário.

Crédito
A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (21) a Medida Provisória 1107/22, que cria o Programa de Simplificação do Microcrédito Digital para Empreendedores (SIM Digital). A MP segue para o Senado. No texto aprovado, o relator, deputado Luis Miranda (Republicanos-DF), aumentou o valor dos empréstimos que poderão ser obtidos para R$ 1,5 mil, no caso de pessoas físicas, ou R$ 4,5 mil, para microempreendedores individuais (MEI). No texto original, os valores eram de R$ 1 mil e R$ 3 mil.

 

 





LEIA TAMBÉM

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Guia Comercial

Veja nossos Planos

Classificados

Anuncie Grátis

Publicidades

Fale Conosco