• Teresina, 28/06/2022
  • Tempo Hoje: 25° | 25°

Microrregião de saneamento básico assumirá AGESPISA (I)

@Divulgação
Microrregião de saneamento básico assumirá AGESPISA (I)

A Microrregião de Saneamento Básico que a Assembleia Legislativa apreciará e aprovará até 31 de março, assumirá a AGESPISA da mesma forma que o IDEPI incorporou a COMDEPI, bem como a Agência de Desenvolvimento de Habitação recebeu as atividades e objetivos da COHAB.

              Esta foi a melhor e a única maneira que o Governo do Estado encontrou para resolver o grave problema fiscal da AGESPISA e o passivo dos seus servidores, bem como solucionou, no passado os estonteantes passivo e o de pessoal da COMDEPI e COHAB, encaminhados e solucionados, respectivamente, pela simultânea criação do IDEPI e do IDH, com os servidores, isto é, parte deles, todos lotados na gestora de pessoal (ENGERPI) sem a perca de seus salários e vantagens individuais.

              E, não sendo dessa forma, ficará eternamente esta pendência da AGESPISA; e sem prestar, corretamente, os seus serviços de concessionária de água, esgoto, resíduos sólidos e regime hídrico dos rios. Justamente porque não dispõe de recursos, conquanto a sua arrecadação, com a prestação dos serviços de água, notadamente, cobre apenas a enorme folha de pagamento e sem poder prestar mais efetivo e aceleradamente todas as metas propostas.

              Com a migração da AGESPISA para o Instituto de Águas e Esgotos – IAE-PI, como registrou-se com COHAB e COMDEPI, os débitos da AGESPISA vão sendo solucionados; inclusive com a Microrregião de Saneamento Básico do Piauí, assumindo, inicialmente 40% (quarenta por cento) de seu capital votante.

              Ademais, a Microrregião tem imunidade fiscal, o que não acontece, por exemplo, com a AGESPISA.

              A AGESPISA não pode contrair empréstimos, por conta de seus débitos no RFB –  Receita Federal do Brasil; E o Instituto poderá recepcionar linhas de créditos para construir o Novo Marco Legal Regulatório do Saneamento Básico porquanto não têm débitos; Além da futura concessão desses empréstimos à Microrregião, o Instituto terá condições de fazer obras essenciais, enquanto as Parcerias Públicas Privadas – PPP não se viabilizam no Instituto.

              Entretanto, nada impede, que neste momento, o Governo do Estado, com assistência do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí, a SEPLAN e a SEFAZ iniciam as negociações em órgãos federais como BNDES, BB e CEF, assim como nas instituições multilaterais de crédito externos, iniciem as primeiras conversações para conseguir esses recursos porque o Estado do Piauí não tem recursos suficiente para bancar investimentos tão grandioso, quanto o Novo Marco Legal Regulatório do Saneamento. O projeto aproxima-se de 13,7 bilhões de reais, com preços levantados em março de 2022.

              Os servidores da AGESPISA fiquem tranquilos porque não terão os seus direitos lesionados, porém, todos haverão de contribuir pessoalmente à solução de seus direitos individuais, coletivos e difusos.

              Não estamos chegando para criar polêmicas, prejudicar direitos adquiridos, impor condições, prejudicar pessoas; Contudo, coerente com todos. Todos devem contribuir à solução e atentar para as negociações, conciliações e soluções. O concurso de todos e de cada um é essencial e imprescindível. É necessário!...

              Por conseguinte, a AGESPISA será parceira e compartilhará com o Instituto, neste primeiro momento, as soluções das obras do Novo Marco Legal Regulatório; e temos o dever constitucional e institucional de fazê-los bem, enquanto as PPPs não assumem esse papel preponderante na vida das pessoas, que é o saneamento básico em seus quatro vetores de ação: água, esgotos, resíduos sólidos (lixo e lixão), água pluviais e regime hídrico dos rios.

 

MAGNO PIRES é Diretor-geral do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí – IAE-PI, Ex-Secretário de Administração do Piauí e ex-presidente da Fundação CEPRO, advogado da União (aposentado), professor, jornalista e ex-advogado da Cia. Antáctica Paulista (hoje AMBEV) por 32 anos consecutivos.





LEIA TAMBÉM

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Guia Comercial

Veja nossos Planos

Classificados

Anuncie Grátis

Publicidades

Fale Conosco