Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
11/07/2018 - 13:53 hs

Croácia desafia a Inglaterra por vaga na final

Croácia e Inglaterra se enfrentam pela semifinal da Copa do Mundo nesta quarta-feira, às 15h

Por Yago Machado

Em uma semifinal que tem tudo para ser marcada pelo equilíbrio, a Croácia desafia a Inglaterra nesta quarta-feira, às 15h (de Brasília), no Estadio Luzhnikí, em Moscou, pela Copa do Mundo da Rússia. Os ingleses, que não chegavam às semifinais desde o Mundial de 1990, quando acabaram na quarta posição, eliminaram a Suécia na fase anterior, ganhando por 2 a 0, e agora sonham em repetir o feito de 1966, única vez que deram a volta olímpica.

Em busca do primeiro título de sua história, a Croácia, que foi semifinalista apenas na edição de 1998, quando ficou em terceiro lugar, eliminou nas quartas de final deste ano a anfitriã Rússia, nos pênaltis, após empate por 2 a 2. Ciente da pressão histórica para chegar à final, o treinador da Inglaterra, Gareth Southgate, alertou para a qualidade dos croatas.

“Não vamos enfrentar um time qualquer. Trata-se de uma seleção que desbancou grandes forças para atingir este estágio e por isso mesmo vai exigir demais de nós. A Inglaterra, porém, vem crescendo muito na competição. Conseguimos atingir o nosso melhor estágio contra a Suécia e estamos nos cobrando para evoluirmos ainda mais. O importante é trabalharmos com muita qualidade e compromissados com a nossa maneira de jogar”, disse o técnico.

O desgaste físico é a preocupação do técnico da Croácia, Zlatko Dalic, que viu seu time eliminar Dinamarca, nas oitavas, e Rússia nas cobranças de penalidades, suportando, nas duas ocasiões, o cansaço por prorrogações de trinta minutos.

“Isso é sim um diferenciador a favor da Inglaterra, que chega mais tranquila porque só foi para os pênaltis contra a Colômbia nas oitavas, mas a Croácia está muito disposta a escrever um lindo capítulo em sua história e vamos em busca de gols”, observou Dalic.

O treinador croata aposta as fichas em um meio de campo de grande qualidade, liderado pelo destaque Luka Modric, do Real Madrid. Além dele, Dalic considera que a equipe é capaz de parar o maior artilheiro do adversário, que possui seis gols marcados. “Na fase de grupos conseguimos parar Lionel Messi e ganhamos da Argentina por três a zero. Portanto, mesmo respeitando demais Kane, podemos pará-lo”.

Sobre a escalação, a Inglaterra conta com força máxima. Já a Croácia tem problemas. O lateral-direito Sime Vrsaljko foi vetado pelo departamento médico por conta de uma lesão no joelho esquerdo. Assim, Tin Jedvaj assume o posto. Um dos destaques do time croata, o goleiro Danijel Subasic vai para o sacrifício, pois se recupera de estiramento muscular na coxa direita. Nem tiro de meta ele poderá cobrar para se preservar.

Pelo regulamento, caso esta semifinal termine empatada após o tempo regulamentar, acontecerá uma prorrogação de trinta minutos. Persistindo a igualdade no tempo extra, o finalista será conhecido nas cobranças de pênaltis.




Gazeta Esportiva

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*