Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
11/07/2018 - 09:40 hs

Empresário é condenado por morte do ex-prefeito

O empresário Elano Barroso foi condenado a 12 anos de prisão pelo seu envolvimento no assassinato do ex-prefeito de Domingos mourão, Aluiz Ferreira Viana

O empresário Elano Barroso de Oliveira foi condenado ontem pelo Tribunal Popular do Júri da comarca de Piripiri, a 157 quilômetros de Teresina, a 12 anos de prisão pelo seu envolvimento no assassinato do então prefeito de Domingos Mourão, Aluíz Ferreira Viana.

O crime aconteceu em Piripiri no dia 24 de setembro de 2005. Na época dois irmãos (um deles menor) foram indiciados em inquérito como acusados de ser os executores do delito, enquanto que Elano Barroso  como mandante. Aluíz Viana foi executado com sete tiros.

Os três foram denunciados pelo Ministério Público e pronunciados pela justiça. O julgamento do emp4resário teve mais de 10 horas de duração e após apresentação dos últimos argumentos da defesa, a juíza Luciana Cláudia Medeiros de Souza proferiu a pena de 12 anos de reclusão em regime fechado. Elano deverá apelar da sentença, mas se confirmada pelo Tribunal de Justiça, em segunda instância, ele deverá ser recolhido ao sistema prisional.

Para a promotora Ana Cecília Rosário Ribeiro, o Ministério Público cumpriu o seu dever, acreditando que a justiça foi feita.

Já o advogado Carlos Douglas que patrocinou a defesa, disse ter ficado surpreso com a condenação, mas garante que vai recorrer. Para ele, o seu constituinte em momento algum foi o mandante.

CRIME

O delito aconteceu na madrugada do dia 24 de setembro de 2005, quando o ex-prefeito Aluiz Viana saía de uma seresta no Bar Toinho da Torre, no bairro Prado, em Piripiri. Ele foi atingido com sete tiros e elementos (irmãos) Cristóvão e Crisdean Neves (menor na época) foram presos como acusados de ser os executores.

Em 2009, um dos irmãos, Cristóvão Neves, o “Tovim”, foi morto a tiros em São Paulo.


 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*