Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
10/07/2018 - 10:43 hs

Empresário acusado de homicídio é julgado

O empresário Elano Barroso acusado de envolvimento no assassinato do ex-prefeito de Domingos Mourão, Aluiz Ferreira será julgado hoje

Após 13 anos, o empresário Elano Barroso de Oliveira que foi denunciado pelo Ministério Público como acusado de envolvimento no assassinado do ex-prefeito de Domingos Mourão, Aluiz Ferreira Viana, sentará no banco dos réus hoje, terça-feira, dia 10, no Fórum Desembargador João Turíbio de Santana, em Piripiri, onde será julgado.

O crime aconteceu no dia 24 de setembro de 2005. Na época o empresário Elano Barroso de Oliveira, foi indiciado em inquérito pela polícia, denunciado pelo Ministério Público e pronunciado pela justiça e hoje sentará no banco dos réus.

A viúva de Aluiz Viana, Lúcia dos Santos Viana e os filhos Fabrício e Diego Viana, relatam que o processo é doloroso, pedem que todos os culpados sejam presos e seja feita Justiça.

“A família sofre há 13 anos a perda do meu marido e luta para que os culpados sejam punidos. O Aluiz (Viana) deixou órfãos não apenas meus filhos, mas milhares de pessoas em Domingos Mourão. Nós clamamos a Deus por Justiça e acreditamos que a Justiça dos homens seja feita”, diz Lúcia Viana.  

A sessão será presidida pela juíza da 1ª Vara Criminal de Piripiri, Luciana Cláudia Medeiros de Souza. O processo tem oito volumes e 1.800 páginas, já foi acompanhado por vários promotores, sendo o promotor de Justiça, Meton Filho, já falecido, o autor da denúncia à Justiça.

A promotora de Justiça Ana Cecília Rosário Ribeiro e mais dois advogados assistentes vão fazer parte da banca de acusação. Um dos advogados é o Dr. Virgílio Bacelar, de Teresina. A defesa do empresário Elano Barroso será feita pelo advogado de Piripiri, Antonio Ferreira Filho. 

Fato e

O crime aconteceu na madrugada do dia 24 de setembro de 2005, quando o ex-prefeito Aluiz Ferreira Viana saía de uma seresta, no Bar Toinho da Torre, no bairro Prado, em  Piripiri. Ele atingido vários tiros disparados pelos irmãos Cristóvão e Crisdean Neves, que era adolescente na época.

Em 2009, um dos irmãos, Cristóvão Neves, o “Tovim”, foi morto a tiros em São Paulo. 



 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*