Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
12/01/2018 - 11:38 hs

Prefeito não paga e Cemar corta a energia de prefeitura

O prefeito Raimundo Silveira não pagou a conta e a Cemar cortou o fornecimento de energia para a prefeitura de Parnarama que passou a funcionar a luz de velas

A prefeitura do município de Parnarama, localizado a 514 quilômetros de São Luís e a 83 de Teresina (PI), teve o fornecimento de energia elétrica cortado por falta de pagamento das contas. A  sede do Governo Municipal teve que funcionar a luz de velas.

A companhia elétrica já havia cortado a luz a cerca de 20 dias, mas uma religação irregular e clandestina foi feita. Para evitar novas fraudes, a companhia fez o desligamento da energia direto no poste e levou a fiação e o registro.

Além do problema da falta de serviços no prédio da prefeitura, o pagamento do salário dos servidores do município de Parnarama atrasou no mês de dezembro. A prefeitura alega que a falta do pagamento é devido o corte na energia elétrica.

A CEMAR confirmou o corte do fornecimento de energia da prefeitura de Parnarama e esclareceu que não houve corte nos serviços essenciais do município. Sobre a retirada da fiação e dos medidores, a companhia disse que foi por ter identificado uma “auto-religação” e que foram feitas várias tentativas de negociação com a prefeitura, inclusive o parcelamento dos débitos.

Versão

O secretário de planejamento de Parnarama, Breno Silveira, informou que os débitos são do ano de 2016 e que a atual administração quitou todos os meses em atraso do ano passado e que vai contestar na justiça o valor devido do ano de 2016.

Fonte:G1/MA.com

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*