Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
08/01/2018 - 17:40 hs

Governador promete tratamento, casa e ajuda financeira à família de Emily

Em audiência com familiares da garota morta em uma abordagem da Polícia Militar, Wellington Dias disse vai doar uma casa e oferecer tratamento e ajuda financeira para família, até recuperação do cantor Evandro Costa

Por Luciana Azevedo

O advogado e familiares da garota Emilly Caetano Costa (09 anos), que foi morta por policiais militares durante uma abordagem no último dia 25 de dezembro, estiveram reunidos no final da manhã desta segunda-feira com o governo Wellington Dias e três secretários de Estado.    

Segundo informações do advogado Thales Cruz, durante a audiência o governador garantiu que o Estado vai prestar toda a assistência à família.  "O governador afirmou que vai doar uma casa para a família, por meio da Agência de Desenvolvimento Habitacional do Piauí (ADH), e ainda vai oferecer uma ajuda financeira para a família poder sustentar, uma vez que o pai da garota, também atingindo com um tiro, era quem sustentava a casa", disse o advogado.  

O valor ainda não foi definido, mas o Governador Wellington Dias já determinou que a  Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc) fique responsável por essa definição. 

Apesar da manifestação do Chefe do Executivo, o advogado disse que vai protocolar uma ação judicial para pedir indenização à família de Emilly, até para garantir esse pagamento, uma vez que o Estado só pode assegurar o cumprimento da decisão por meio de ordem judicial. 

Thales Cruz também confirmou que o governador disse que ofercerá, por meio do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), todo o tratamento necessário para recuperação do pai da garota, o cantor Evandro Costa, que foi atingido com um tiro e ficou com a audição comprometida depois da abordagem policial. 

Além do advogado, participaram do encontro os pais de Emilly, Evandro Costa e Daiane Félix Caetano, além do pai de Daiane, que é o avô de Emilly. 

Ainda particparam da reunião, a Secretaria de Educação e Cultura (Seduc), Rejane Dias, o diretor da SASC, José Santana, e o secretário de Jusitiça (SEJUS), Daniel Oliveira. 

Veja matérias relacionadas:

Governador critica liminares e diz que vai receber mãe de Emily no Karnak

Polícia Civil divulga vídeo de abordagem da PM que matou Emily

Caso Emily: mãe pede apoio da OAB-PI para revogação de Portaria expedida pela PM

Cantor recebe alta e perde parte da audição

Cantor baleado em abordagem policial está com bala alojada na cabeça

Criança é morta a tiros durante abordagem da PM na zona Leste de Teresina

 

 

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*