Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
06/12/2017 - 17:11 hs

Implante Coclear faz pessoas ouvirem pela primeira vez

O médico otorrinolaringologista Flávio Santos fala sobre o assunto.

Por Lucas Pereira
Implante Coclear faz pessoas ouvirem pela primeira vez
Dr. Flávio Santos fala sobre o implante coclear / foto: Divulgação

A emoção de escutar, realizar novas experiências e reconhecer sons. Essas sensações são possibilitadas por meio da cirurgia de implante coclear, que é indicada em casos de perda auditiva profunda. A intervenção pode ser realizada em crianças que nasceram sem ouvir ou até em adultos, sendo uma das maiores conquistas da medicina.

Recentemente, um vídeo viralizou ao mostrar o educador físico Eduardo Fávaro, que adquiriu surdez profunda bilateral com 1 ano e oito meses, por conta de uma meningite. O homem voltou a ouvir depois de 35 anos, após ter sido submetido a uma cirurgia de implante coclear, e o vídeo mostra o momento em que Eduardo se emociona ao escutar a voz de sua mãe e de suas filhas.

“O implante coclear é a melhor opção para a maioria das pessoas com perda auditiva profunda e nós realizamos a primeira cirurgia no Piauí em dezembro de 2011. Desde então, 120 pacientes já receberam o implante. Nós ficamos muito felizes em contribuir para a medicina do nosso Estado e temos uma grande alegria em poder oferecer às pessoas que nasceram ou adquiriram surdez, uma chance de recuperação auditiva e de socialização”, explica o médico otorrinolaringologista Flávio Santos.

O implante coclear produz um estímulo elétrico às fibras remanescentes do nervo auditivo e é implantado através de cirurgia na região retroauricular (atrás da orelha), onde é feito uma incisão no couro cabeludo de aproximadamente 3 a 4 cm. Com isso, ele estimula diretamente as fibras do nervo auditivo, criando uma sensação de audição que permite o desenvolvimento da linguagem, ouvir música, entre outras possibilidades.

O aparelho é ativado 30 dias após a cirurgia de implantação e neste momento o paciente sente o primeiro estímulo auditivo. A terapia fonoaudiológica associada ao uso constante do implante coclear traz um resultado favorável ao tratamento. “Depois do implante coclear é feita a reabilitação da audição, porque o sistema auditivo precisa ser estimulado. E essa etapa é muito importante, pois é quando o paciente vai aprender os novos sons, visto que tudo é novo para ele. O paciente precisa saber, por exemplo, o seu nome, o som da batida de porta, entre outros. A partir de então, ele irá aprender aos poucos a reconhecer os sons à sua volta e saber como responder a eles”, finaliza a fonoaudióloga Fabiane Leandro.

veja o vídeo:

 

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*