Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
05/12/2017 - 13:43 hs

Fluminense confia na permanência de Abel Braga em 2018

O técnico Abe Braga ainda não definiu se continuará no clube carioca em 2018

Por Yago Machado

O planejamento do Fluminense para a próxima temporada passa obrigatoriamente pela permanência ou não do técnico Abel Braga. O treinador vai se reunir ao longo da semana com o presidente Pedro Abad no sentido de discutir a possibilidade de cumprir seu contrato até o fim. O vínculo com o Tricolor é até o fim de 2018, mas a multa rescisória, de R$ 700 mil, é considerada baixa no atual mercado.

O presidente do Tricolor esteve no prêmio dos melhores do Campeonato Brasileiro e comentou a situação. “Existe uma confiança muito grande da minha parte, pois o Abel tem grande identificação com o Fluminense e é querido por todos nas Laranjeiras. Todos querem muito que ele fique. Sabemos que dois mil e dezessete não foi fácil por conta dos aspectos financeiros. Mas estamos projetando um dois mil e dezoito melhor”, disse Abad.

O treinador vinha despertando o interesse de grandes clubes do futebol brasileiro, como Palmeiras e Internacional. Os dois, porém, já definiram seus técnicos para a próxima temporada. Restou então o Santos como outra opção, mas as eleições presidenciais na Vila Belmiro acontecem apenas no fim de semana.

Apesar desses interesses, não é o assédio de poucos clubes que está fazendo Abel deixar o futuro em aberto. Até porque ele é conhecido por cumprir seus contratos. O que pesa neste sentido é que o treinador teve um ano complicado, com a perda de seu filho em julho e está repensando permanecer ou não no Rio de Janeiro. Nos bastidores das Laranjeiras, porém, há membros da diretoria que já bancam que ele ficará no Tricolor.

Até o fim da semana Abel deve se posicionar e o Fluminense vai começar o planejamento para a próxima temporada. A reapresentação do elenco será no dia 3 de janeiro, quando começa a preparação para o Campeonato Carioca e para a Copa do Brasil. A ideia da diretoria é ter parte do plantel fechada nesta data para que o trabalho não comece a ficar comprometido. Algumas saídas devem acontecer por conta da valorização de peças no mercado, como o meia Gustavo Scarpa e o atacante Henrique Dourado, que foi um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro. As categorias de base também continuarão a ser bem valorizadas.

 

Gazeta Esportiva

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*