Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
13/11/2017 - 17:30 hs

Piauí pode ficar fora dos planos do BNDES

Por Katya DAngelles
Piauí pode ficar fora dos planos do BNDES
Foto: Divulgação

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) estuda uma forma de realizar os financiamentos para a privatização dos sistemas de abastecimento e saneamento básico no Brasil, mas quer fazer com que as empresas que levem o filé também se responsabilizem pelo osso. Caso o BNDES consiga, pelo menos no Piauí o gerenciamento deve ficar por conta do Estado, em responsabilidade da Agespisa, que não possui condições de investimento, pois o filé já foi vendido quando a concessão da Teresina foi repassada,através da subconcessão para a empresa Águas de Teresina, que nem com o problema da zona rural da capital ficou. Ou seja; o filé já foi vendido, restou o osso. No Brasil, apenas 6% da operação de saneamento básico é gerenciado por empresa privada, 24% por municípios e 70%, por governos estaduais. O BNDES pretende entregar os estudos até o final deste ano e os primeiros leilões com as novas regras devem acontecer em 2018.

 

Lideranças insatisfeitas, nem tanto

A pressão de lideranças no interior do Estado pode alterar a situação de lideranças políticas do Piauí que estão tanto na base do Governo quanto na oposição. Embora as insatisfações de muitos prefeitos e vereadores sejam grandes, o número de satisfeitos parece ser maior, uma vez que tem deputado estadual e federal de partidos da oposição usando o posicionamento das lideranças políticas do interior para justificar o alinhamento com o Governo. A situação não deixa de ser resultado de 3 mandatos de Wellington Dias (PT) intercalados com um mandato de Wilson Martins (PSB) que embora tenha criado um rompimento do grupo político que dirige o Piauí desde 2003, não foi suficiente para modificar o cenário. O PSB de Wilson Martins está fora do Governo, mas os demais partidos, inclusive quem esteve na oposição em 2014 está dentro.

Estrada e cidadania

Em seu discurso de saudação ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) -  que recebeu hoje (13) título de cidadania piauiense – o presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho (PMDB) lembrou que os dois estados precisam trabalhar juntos pelo asfaltamento de trecho da BR-222 que passa pelo Piauí e que pode ligar as capitais, dos três estados, Piauí, Ceará e Maranhão encurtando a distância em mais de 100km.

 

Incêndios

Ontem, na zona leste de Teresina moradores do residencial Sigefredo Pacheco foram obrigados a deixar suas residências por causa de ocorrência de incêndio. Não tem 30 dias (22 de outubro) um incêndio destruiu uma distribuidora na zona sul de Teresina. A ocorrência durou mais de 24 e também fez cm que moradores tivessem de sair de seus apartamentos. As ocorrências de incêndio em Teresina já fizeram vítimas,a última foi a criança do Assentamento 8 de Março, mas mesmo assim parece que nem a população nem as autoridades tomaram dimensão dos riscos. As pessoas continuam colocando fogo em lixo e no mato e o Governo enviou proposta de Orçamento para 2018 com uma redução de recurso para o Corpo de Bombeiros.

 

Economia

Existe otimismo entre os comerciantes e os desempregados neste final de ano. Com a validade das mudanças da Lei Trabalhista em vigor a possibilidade de que as contratações temporárias para o comércio no final do ano aumentam bastante, só não deve haver mais otimismo que o emprego temporário vire um emprego fixo com carteira assinada. Segundo a Confederação Nacional do Comércio a expectativa de contratação é de mais de 72 mil empregos temporários, 10% a mais que no mesmo período em 2016.

 

IPVA

Os ex-proprietários de veículos poderão estar desobrigados da responsabilidade solidária de pagar Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) após a venda.  Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 6907/17, do deputado Geraldo Resende (PSDB-MS), que prevê esta isenção.  Atualmente, o ex-proprietário tem responsabilidade solidária por multas sofridas pelo novo dono se não comunicar a transferência de propriedade ao departamento de trânsito em até 30 dias. A proposta inclui a isenção no Código de Trânsito Brasileiro (CTB - Lei 9.503/97).

 

Enem 
Mais uma vez o Piauí foi o campeão na participação do Enem. No Brasil o índice de abstenção foi 32%. O Piauí ficou com índice abaixo da média nacional, apenas 26,2% de estudantes piauienses não compareceram ao Enem. Em 2016, o Estado também obteve a maior presença nas provas. Os alunos que possuíam gratuidade no exame e que faltaram a prova terão que comprovar com documento oficial os motivos de terem perdido o exame caso contrário não terão mais direito a gratuidade.

 

Religião e Educação

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado analisa projeto de lei que autoriza faltas escolares por questões religiosas. O PLC 130/2009 altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) para garantir aos estudantes o direito de não comparecer à aula ou prova marcada para dias em que sua religião proíba a realização de atividades. O relator na CE, senador Pedro Chaves (PSC-MS), fez algumas mudanças no texto aprovado pela CCJ após uma audiência em que ouviu representantes das escolas particulares, pais e religiosos. Ele retirou trecho que equiparava as faltas por motivo religioso às demais ausências do aluno no período letivo, não podendo, portanto, ultrapassar o limite previsto na LDB de 25% do total da carga horária curricular.

 

Julgamento

O locutor de rádio Ivan Carlos Carvalho Panichi, acusado de atropelar e matar, no dia 11 de setembro de 2010, o garçom João Antônio dos Santos, conhecido como “João Fideles”, de 68 anos, na BR 343, Km 75, em Piripiri, vai a júri popular amanhã (14).  O caso da morte do garçom teve repercussão nacional sendo tema de várias matérias na imprensa nacional. 

 


 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*