Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
10/10/2017 - 13:13 hs

Argentina joga a vida contra o Equador

A Argentina entra em campo pressionada, pela última rodada das Eliminatórias Sul-americanas

Por Yago Machado

Sob o risco de não conseguir a classificação para a Copa do Mundo de 2018, a Argentina entra em campo pressionada nesta terça-feira, às 20h30 (de Brasília), para visitar o Equador no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, pela última rodada das Eliminatórias Sul-americanas. Na sexta posição com 25 pontos, os argentinos, ganhando, garantem pelo menos a repescagem, pois Peru e Colômbia, que estão á frente dos platinos, se enfrentam.

O drama argentino, porém, é grande, pois se perder estará fora da Copa. Em caso de empate, dependeria de uma combinação que prevê, por exemplo, que o Paraguai, que tem 24 pontos, não vença a Venezuela, em Assunção.

Jorge Samapoli, comandante da Argentina, sabe que sua equipe vai precisar render muito mais do que no empate sem gols com o Peru, que fez os platinos completarem quatro jogos sem vitória.

“Temos condições de ir a campo e ganhar do Equador, com todo respeito ao adversário. Não devemos aumentar a pressão que já é grande. Dependemos dos nossos próprios resultados e tenho certeza de que vamos nos classificar”, disse Sampaoli.

O fato de o Equador, que vem de derrota de 2 a 1 para o Chile, estar eliminado não melhora em nada a vida dos argentinos, na visão do próprio Sampaoli.

“Não existe isso de facilidade pelo fato de o Equador não ter chances. Ninguém duvida de que eles farão de tudo para tentar ganhar o jogo e tirar a Argentina da Copa, o que teria um peso histórico para eles”, disse Sampaoli.

Para este jogo Sampaoli faz mistérios, tanto que fechou os treinos antes da partida. Ele, porém, deverá promover a entrada do lateral-direito Eduardo Salvio na vaga do volante Alejandro Gómez. A ideia é melhorar a qualidade do passe no meio.

Pelo lado do Equador, o técnico argentino Jorge Célico fala em se despedir do torneio dando alegria ao povo equatoriano. O treinador planeja uma estratégia para complicar a vida do adversário.

“Temos que pressionar desde o começo, o que surpreenderia a Argentina, principalmente em um duelo onde a altitude se torna a nossa aliada. A ideia é atacar sem presentear a Argentina com espaços na nossa defesa”, disse Célico.

O treinador do Equador não quis confirmar escalação, mas vai promover uma mudança certa. O atacante Enner Valencia, que chegou a ser dúvida por conta de dores na coxa direita, reaparece na vaga de Antonio Valencia, suspenso por acúmulo de cartões amarelos.

Pelo regulamento das Eliminatórias sul-americanas, os quatro primeiros colocados ao fim da fase de pontos corridos garante vaga na Copa do Mundo, enquanto que quem terminar na quinta posição terá uma chance na repescagem contra o ganhador das Eliminatórias da Oceania.


Gazeta Esportiva

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*