Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
09/10/2017 - 17:35 hs

Paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus acontece nesta terça-feira

Eles vão realizar uma paralisação de advertência pela manhã, de 9h às 12h, para protestarem pelo fim do reembolso de dinheiro levado em assaltos

Motoristas e cobradores realizam nesta terça-feira (10) uma paralisação contra o fim do reembolso do dinheiro que são obrigados a repor às empresas de transporte coletivo quando ocorrem assaltos.  

A paralisação acontece pela manhã, no horário de 9 às 12h, sem reposição dos ônibus, uma vez que a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (STRANS) alega que não foi comunicada a tempo de repor a frota.  

A categoria ainda reivindica melhores condições de trabalho e de segurança para os trabalhadores e usuários do sistema de transporte público da capital. “Estamos garantindo que 30% da frota continuará operando durante o protesto”, afirma o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviário, Fernando Feijão.

De acordo com Fernando, quando um ônibus é assaltado, o cobrador deve reembolsar a quantia levada à empresa, e isso é um dos pontos importantes nas reivindicações. Além disso, quando o trajeto do ônibus passa do tempo estipulado, o motorista paga uma multa de R$ 3.300, ou seja, mil vezes o valor da passagem atual.

“Nós queremos o fim da multa imposta aos trabalhadores. Não tem como fazer o trajeto no horário se não há vias para os ônibus andarem. Essa multa não está prevista na CTB”, afirma Fernando Feijão.

O protesto será realizado em frente à Câmara Municipal de Teresina, no bairro Cabral.

 

 

 

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*