Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
14/03/2019 - 15:12 hs

Wellington Dias assina protocolo para criação do Consórcio Nordeste nesta quinta-feira (14)

O Consórcio Nordeste também terá a missão de fazer a integração da infraestrutura

Por Cristiane Ribeiro
Wellington Dias assina protocolo para criação do Consórcio Nordeste nesta quinta-feira (14)
Foto: Divulgação/Governo do Maranhão

O govenador Wellington Dias participa, nesta quinta-feira (14), de encontro do Fórum dos Governadores do Nordeste, que acontece no Palácio dos Leões, em São Luis (MA), onde assinará o protocolo para a criação do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste. O Consórcio Nordeste é uma parceria institucional entre os Estados para melhorar a gestão e economizar recursos públicos, dentre outras vantagens.

Após a assinatura do protocolo pelos nove govenadores do Nordeste, cada Estado terá que aprovar a criação do consórcio. A partir daí, ele passará a funcionar e permitir diversas vantagens para os Estados, tais como a permissão para compras conjuntas, que tem a finalidade de reduzir o preço dos produtos ou serviços. Ou seja, quanto maior o número de itens adquiridos ou serviços contratados, maior é o poder de negociação dos Estados para reduzir custos.

Além da permissão para compras conjuntas, os estados poderão ceder equipamentos e equipes, tais como policiais e viaturas; terão mais condições de levar seus produtos ao mercado internacional, ou seja, aumentar as importações; terão maior poder de influência nas grandes questões nacionais; poderão definir linhas de atuação conjunta para conseguir atrair mais investidores; poderão fazer diversas ações e parcerias na educação, dentre elas, o intercâmbio de estudantes e acadêmicos, inclusive para fins profissionais, o que permitirá a troca de cultura e conhecimento na busca de inovações e soluções.

O Consórcio Nordeste também terá a missão de fazer a integração da infraestrutura. Para transportar pessoas e produtos, o estado precisa pensar além de suas fronteiras. Por exemplo, o corredor de exportação que chega ao porto de Itaqui não abrange apenas o Maranhão e sim vários estados. Outra vantagem é que esta união permitirá a circulação e troca de informações, conhecimento e tecnologia de maneira mais acelerada. Isso pode resultar em descobertas e inovações que ajudarão a economia e qualidade de vida em geral. O Consórcio ainda vai poder criar diversos tipos de fundo para facilitar financiamentos e obtenção de recursos e terá também a capacidade de desenvolver parques industriais interestaduais.

Para Wellington Dias, é um momento histórico para o Nordeste e para o Brasil. “Aqui temos a oportunidade de inovar, colocando, com a implantação do consórcio, uma alternativa para o Nordeste. É uma ideia que vem sendo trabalhada há bastante tempo, que se torna realidade em São Luís e que vai permitir a integração e a capacidade de respostas em áreas essenciais como segurança, saúde, educação e infraestrutura”, destacou.

O governador do Piauí ainda destaca que o Brasil possui o Produto Interno Bruto (PIB) maior do que, pelo menos, 150 países, além de uma população com capacidade de consumo e condições de seguir com crescimento no turismo, mineração e produção de gás e petróleo. “O Piauí está aqui para somar com outros estados e para buscar caminhos não só para o Nordeste, mas para o país”, completou Wellington.

Outros assuntos de interesse do Nordeste e do Brasil também são discutidos em São Luís. “O Fórum vem fortalecer as ações para o nordeste e unificar a região. Vamos fazer uma avaliação do momento da conjuntura nacional, da reforma da previdência e do pacto federativo para conseguirmos ações conjuntas e mais eficientes. O Fórum tem um papel fundamental de consolidar políticas para o Nordeste”, disse o governador do Ceará, Camilo Santana.

 

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*