Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
13/03/2019 - 17:15 hs

Operação Vênus prende dois acusados de feminicídio

A operação foi em cumprimento aos mandados de Prisões Preventivas contra Antônio Josemias de Araújo Silva e Alisson Marley Santos Sousa

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), por meio do Núcleo Policial Investigativo de Feminicídio (NPIF) e com o apoio operacional das equipes da Delegacia de Homicídios Sudeste e da Delegacia de Desaparecidos, deflagrou nesta quarta-feira a Operação Vênus. Essa operação deu cumprimento aos Mandados de Prisões Preventivas contra Antônio Josemias de Araújo Silva e Alisson Marley Santos Sousa

Antônio Josemias de Araújo Silva foi preso na residência da mãe dele no  bairro Vila Da Guia. Já o suspeito, Alisson Marley Santos Sousa foi preso no bairro Parque Itararé, na residência de um primo.

O nome operação Vênus é em homenagem ao Dia internacional da Mulher

 

DAS INVESTIGAÇÕES


Antônio Josemias foi identificado como autor da tentativa de Feminicídio, contra Keurilane de Nascimento, no último dia 23 de janeiro, no bairro Vila da Guia.

O acusado praticou o crime com uma arma de fogo (bereta de fabricação caseira) disparando uma vez contra a vítima, sendo que o projétil a atingiu as costas dela apenas de raspão, na frente dos familiares da vítima. O acusado fugiu do local após saber que polícia militar tinha sido acionada e continuou ameaçando Keurilane de morte.


Já o segundo suspeito, Alisson Sousa, também foi identificado como autor da tentativa de feminicídio contra Genice Pereira da Silva, em fevereiro desse ano, no bairro Dirceu.

Alisson invadiu a residência da vítima com uma arma de fogo (revolver) na mão, colocou o cano da arma na cabeça dela e tentou disparar por três vezes o revolver, mas nenhuns dos cartuchos foram deflagrados. Alisson Marley agrediu fisicamente Genice com várias coronhadas na cabeça, até ele ser contido por familiares da vítima.  Após as agressões, o acusado fugiu do local. 

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa disponibiliza o número 181 para denúncias anônimas.

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*