Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
04/12/2018 - 10:28 hs

Preso bando que implantou terror em Bacabal

O grupo estava sendo resgatado em um caminhão, tipo baú. No confronto houve prisões, apreensões, mortes e feridos

A cúpula da quadrilha que no dia 25 de novembro, último, implantou o terror em Bacabal (MA), assaltando agências bancárias, partindo para o confronto com as polícias, tentou resgatar na noite de ontem os comparsas que estavam na mata com dinheiro e armas, oportunidade em que aconteceu no novo confronto em Santa Luzia do Paruá, onde houve mortes, prisões, apreensões e feridos.


Desder o dia do assalto que o policiamento da região estava contando com reforço de várias unidades das polícias Militar, Civil e até Rodoviária Federal. Na tarde de ontem surgiu informes de que o bando poderia ser resgatado e as polícias aumentaram o grau de alerta.


No início da noite, policiais do grupamento de Santa Luzia do Paruá resolveram abordar o motorista de um caminhão,  modelo Baú, que seguia em direção da BR-010, também conhecida como Belém/Brasília, que faz bifurcação com a rodovia estadual na cidade de Açailândia.


Durante a abordagem reação e o sargento de Santa Luzia pediu reforço pelo sistema de rádio e imediatamente equipes do Cosar e outras unidades se dirigiram para o local, onde o confronto foi intensificado.


No confronto, o motorista e mais dois se renderam logo e foram presos, na sequência, mais dois foram mortos e 13 outros foram presos, sendo que vários deles foram feridos. Parte do dinheiro levado do bando também foi apreendido, além de muitas armas de grosso calibre, inclusive as famosas .50.

Inicialmente o motorista era tratado como vítima, mas após depoimento dos assaltantes, os policiais o colocaram como integrante do grupo criminoso.

Não foi divulgado o valor recuperado. Foram apreendidas 11 fuzis, duas metralhadoras calibre .50 (artilharia anti-aérea), duas pistolas e coletes. Os policiais acreditam que este arsenal é alugado de outros bandidos.



Os presos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Zé Doca e ainda hoje serão levados para São Luís, onde ficarão recolhidos no  Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital.

Assalto em Bacabal

No último dia 25 de novembro uma quadrilha assaltou uma agência bancária na cidade de Bacabal. Na ocasião, a quadrilha trocou tiros com policiais, incendiou viaturas e pode ter conseguido roubar cerca de R$ 100 milhões do local. A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) acredita que o grupo criminoso que invadiu a Bacabal era composto por pelo menos, 30 integrantes, e que alguns assaltantes ainda estão escondidos na região. A polícia segue com bloqueios em Bacabal e cidades vizinhas. pessoas foram flagradas recolhendo dinheiro. Entre elas, estava o policial

Ainda de acordo com a polícia, desse montante, R$ 3, 7 milhões já foram recuperados. Após a explosão do banco, pessoas foram flagradas recolhendo dinheiro. Entre elas, estava o policial militar do Piauí, André dos Anjos de Sousa, e um bombeiro militar da própria cidade de Bacabal, Luís Gustavo Lima Mendes. Na tarde do dia 27 de novembro, após prestar esclarecimentos o policial militar foi liberado e vai responder em liberdade.

Na ação, quatro pessoas morreram: três assaltantes e um morador da cidade. Outro morador também foi atingido por disparos, mas se recuperou no hospital da cidade.

A polícia disse que o chefe do grupo criminoso é o baiano Zé do Lessa, que monitorou o assalto de fora do país. Não há informação ainda se ele estava neste comboio de resgate interceptado pela polícia em Santa Luzia do Paruá.


Fonte: G1/MA


 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*