Justiça condena onze envolvidos no roubo milionário da SERVI-SAN
Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
07/08/2018 - 16:33 hs

Justiça condena onze envolvidos no roubo milionário da SERVI-SAN

Considerando que somente foi recuperado o valor de R$ 467.188,50 e que foram roubados R$ 15.028.522,29, o Poder Judiciário fixou, de forma solidária, entre todos os denunciados, como valor mínimo de indenização, a quantia de 14.561.333,79

Após denúncia apresentada pelo Promotor de Justiça Jorge Luiz da Costa Pessoa, em atuação na Central de Inquéritos do MPPI, a Juíza de Direito, Júnia Maria Feitosa, condenou  onze (11) envolvidos no roubo milionário da SERVI-SAN. A instrução foi conduzida pela Promotora de Justiça Juliana Nolêto, e apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO).

Os réus Feliciano Mendes de Sousa Filho, Marcelo Rabelo Rodrigues, Carlos Wellington Marques de Jesus, José Airton Rodrigues e Eduardo Da Silva Soares, receberam a pena de 34 anos e oito meses de reclusão, além do pagamento 200 dias-multa. Para os réus Cláudio Freitas dos Santos e Wallace Marques da Rocha foi fixada a pena de 42 anos, 5 meses e 18 dias de reclusão e 250 dias-multa. Já os réus Carlos Acácio Freitas dos Santos e Paulo Sérgio Francisco dos Santos receberam pena de 44 anos, 7 meses e 8 dias de reclusão, além do pagamento de 250 dias-multa. Márcio Dantas da Silva recebeu pena de 38 anos, 10 meses e 24 dias de reclusão e 190 dias-multa. Por último, o réu Izequias Lanzilotti foi sentenciado com pena de 38 anos, 2 meses e 24 dias de reclusão, mais o pagamento de 190 dias-multa. Cada dia-multa equivale a 1/30 do valor de um salário-mínimo vigente à época dos fatos.


Considerando que somente foi recuperado o valor de R$ 467.188,50 e que foram roubados R$ 15.028.522,29, o Poder Judiciário fixou, de forma solidária, entre todos os denunciados, como valor mínimo de indenização, a quantia de 14.561.333,79, determinando ainda a restituição do montante recuperado em favor da empresa SERVI-SAN.

No dia 11 de dezembro de 2016, em uma ação devidamente organizada, realizada por cerca de 20 homens fortemente armados, foi subtraída a quantia aproximada de R$ 15 milhões da empresa. Várias pessoas foram capturadas e feitas de reféns, incluindo um funcionário da SERVI-SAN e seus familiares. Os envolvidos foram denunciados pelos crimes de organização criminosa, extorsão mediante sequestro – na forma qualificada – e roubo majorado. 


 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*